terça-feira, 21 de outubro de 2008

Viaje com trem de luxo pelo sul do Brasil


Conhecer o interior do Paraná e suas belezas naturais já é uma ótima opção para quem curte um passeio tranqüilo e em contato com a natureza preservada. No entanto, agora é possível incrementar a experiência viajando em um trem de luxo que reproduz os trens da época do Brasil colonial, em um trajeto de 500 km - que vai de Ponta Grossa até Cascavel, a 492 quilômetros da capital.

O Great Brazil Express, como foi batizado o empreendimento, foi concretizado com a reforma de dois vagões turísticos da companhia paranaense Serra Verde Express. Um investimento de R$ 2 milhões das empresas Serra Verde Express/Grupo Higi Serv (Brasil) e Transnico International Group (Bélgica), garantiu uma redecoração interna dos vagões.

Foram utilizadas madeiras nobres, sofás de antiquários e reproduções de obras de artistas da época, como Debret e Rugendas. A natureza também está bastante presente na decoração, em pinturas no teto com imagens da flora e fauna e gravuras de pássaros como divisória de cada ambiente.

Além disso, o trem de luxo é um empreendimento moderno e quer proporcionar aos seus viajantes o que seu nome já diz: conforto. Ele conta com poltronas ao estilo Ralph Lauren com revestimento em couro, cortinas de seda e telas de plasma que mostram as imagens do passeio.

O público-alvo é o turista europeu, por isso os comissários são poliglotas e as campanhas promocionais serão voltadas especialmente para os países da Europa. Enquanto desfrutam das paisagens, os viajantes podem petiscar quitutes e experimentar um bom vinho, um whisky ou um champanhe.

Roteiro
O passeio de 8 ou 10 dias (depende do pacote) começa no Rio de Janeiro, onde os turistas passam um dia e têm a oportunidade de conhecer o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar. No segundo dia, pegam um avião até Curitiba, no Paraná. Lá, eles têm a oportunidade de visitar a cidade em um trem turístico convencional e conhecer um trecho da Mata Atlântica nos municípios de Antonina e Morretes. De ônibus, saem para Ponta Grossa. Mas no caminho passam por Tibagi, onde há pedras preciosas, o Canyon Guartelá com vegetação nativa, e pinturas rupestres. O município de Castro também está no roteiro, onde existe forte influência da cultura holandesa. Já em Ponta Grossa, lugar de formações rochosas milenares, lobos-guará, jaguatiricas, quatis e gatos-do-mato, começa a aguardada viagem a bordo do Great Brazil Express. São dois dias de viagem até o município de Cascavel, com hospedagem em Guarapuava e depois passando por Irati, onde há um mirante e uma feira de artesanato. Chegando em Cascavel, um ônibus leva os turistas até as Cataratas do Iguaçu, onde a jornada termina.

Viagens
Cada vagão comporta até 22 pessoas, e o preço médio da experiência de viajar no primeiro trem de luxo brasileiro é de 3.490 euros por pessoa, com tudo incluso. A estimativa de visitantes é de 2.112 turistas por ano. Inicialmente será realizada uma viagem por mês, com previsão de expandir para duas ao mês a partir de julho esse ano.
Fonte: turismo.terra.com.br




Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails