domingo, 11 de abril de 2010

Aforismos, Desaforismos e Bolaforismos (3)


– A grama do jardim do vizinho é mais verde? E eu com isso? Não vou pastar.

– Feliz foi Adão... que não correu o risco de ser corno.

– Metrossexual é um cara que está a um metro de ser homossexual?

– Quem canta os seus vizinhos espanta.

– A mais pervertida de todas as taras sexuais é o celibato.

– O cravo brigou com a rosa por causa de uma trepadeira.

– Quando a esmola é grande, o santo abre uma caderneta de poupança.

– Há livros que nos põem a pensar. Pensamento como este: “como foi possível derrubar árvores e fazer papel para imprimir esta porcaria?”

– Há gente capaz de transformar lixo em dinheiro. É só prestar atenção em alguns programas de rádio.

– A Ilha de Queimada Grande, no litoral paulista, tem nove serpentes por metro quadrado. Não assusta. Eu trabalho em publicidade.

– A sua idiotice é um dom natural ou foi preciso treinar muito?

– Por que os criacionistas não criam juízo?

– Com tantas denúncias contra os religiosos, a palavra “padrerasta” ainda acaba no dicionário.

– Homofóbico é um sujeito que tem medo da própria homossexualidade?

– Os homens são do tamanho das suas ideias. Ouviu, nanico?

– Viva a guerra dos sexos! É a única que ainda tem confrontos corpo a corpo.

– Descobri que sou ulótrico. Como pude viver até agora sem saber disso?

– As mulheres podem fingir orgasmos. Os homens podem fingir relações.

– Há pais tão incompetentes que não estão lá nem no momento da concepção.

– Alguém duvida de que a serpente do paraíso foi o primeiro marqueteiro da história?

– Os opostos se traem.

– Uma questão de matemática: se a ordem dos fatores não altera o produto, então, a ordem dos viados não altera o viaduto.

– Um homem leva, em média, quatro minutos para chegar ao orgasmo. Uma mulher leva sete. Explicado: é nesses três minutos que acontece a guerra dos sexos.

– Um homem inteligente desconfia das próprias ideias. Um idiota desconfia de todos que não concor- dam com ele.

– Somos todos ignorantes. Só que em temas diferentes.

– A política é a arte da negociação. Mas os políticos se vendem tão barato que nem é preciso negociar.

– Quem tem má memória não deve falar durante o sexo.

– A pressa é inimiga da ejaculação.

– A democracia só pode ser um governos dos ricos. Quando os pobres chegam ao poder é revolução.

– A frase mais estúpida que já ouvi na vida: “eu nunca vou para a cama no primeiro encontro”.

É como diz o velho deitado: “Aforismos, desafo-rismos e bolaforismos? Chega de ismos a esmo”.


(José Antônio Baço)

Fonte: A Notícia

2 comentários:

Marlene Oliveira disse...

Oii! Estou aqui aplaudindo seus aforismo, desaforismos e bolaforismos inteligentes!

Paz e bem!

Fatima disse...

Muito bom, mas achei esse tão cruel:

– Quem canta os seus vizinhos espanta.

Eu canto o dia inteiro!
Sofro!!!!!!!
Bjs.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails