sábado, 10 de julho de 2010

Solidariedade Humana


Vivemos hoje uma era de banalização da violência. Saímos de casa como possivel vítima e retornamos como sobrevivente e em alguns casos como herói, por termos nos safado de situações difíceis. Sabemos que os fatores primordiais que geram a violência são o desemprego e a ridícula distribuição de riqueza.

O dinheiro é manipulado por uma pequena parcela da população que prefere, em grande parte, especular no mercado financeiro, em vez de aplicar no processo produtivo , ao contrario de países como a China, que está em grande desenvolvimento econômico , pela mobilização de capitais internos em investimentos para a sua economia.

Nesta era moderna, de incentivo ao consumismo, da globalização, de fome, de desemprego, onde poucos têm voz activa, pode haver um factor relevante que poderia ajudar no combate á violência e que está ao alcance de qualquer cidadão, é a solidariedade humana.

Hoje, ao contrário de um passado de algumas décadas, a solidariedade humana passou a estar cada vez mais distante do ser humano, agora mais habituado e até treinado a viver como uma ilha disputando todos as vantagens e espaços com os outros cidadãos e portanto seres humanos. Vemos o nosso semelhante como um inimigo e não como nosso irmão.

No trânsito temos exemplos de falta de cortesia, onde procuramos levar sempre vantagens, ignorando as situações de trânsito difíceis que o outro porventura estiver enfrentando num determinado momento. Nos locais públicos onde filas se formam para atendimento, sentimos profundamente a falta de respeito ao próximo, o sentimento claro de se levar vantagem sobre o outro. Na ocupação de lugares em transporte colectivo ou locais de entretenimento, onde não haja assentos numerados, a disputa pelos mesmos chega a ser ridícula .

Por que agimos assim se até os animais se respeitam e eles não são racionais como nós? Vejamos o caso dos gansos que vivem em formação e lutam pela sobrevivência juntos. Quando um ganso fica doente ou é ferido por um tiro de um caçador desalmado e cai, dois gansos saem em formação e o acompanham para ajudá lo e protege-lo . Ficam com ele até que consiga voar novamente ou morrer. Que belo exemplo de solidariedade temos dos gansos e eles não são animais racionais, como o dito ser humano.

A falta de solidariedade é ao mesmo tempo causa e efeito desta situação. É um modo contínuo que podemos quebrar com a nossa mudança de atitude.

Será que desaprendemos a arte de agir e só sabemos reagir? Ou seja, se alguém nos trata bem, retribuímos, senão é irrelevante para nós? Será que, se adaptássemos a postura de respeitar o nosso semelhante e olhar para ele como nosso irmão, solidarizando-nos como Jesus pregoou , a violência estaria nos níveis atuais? Será que a falta de solidariedade do ser humano em sua grande maioria, já que toda regra tem exceção, é uma das causas ou efeito da violência que enfrentamos hoje? Não sabemos avaliar sua extensão, mas com certeza se cada um de nós fizer a sua parte, isto é, tratar o nosso semelhante com o devido respeito e consideração, solidarizando com ele nos momentos oportunos, iremos criar um espírito favorável nas comunidades em que vivemos. Não é esse o nosso papel como leão?

Os nossos objetivos devem ser : "Criar e incentivar o espírito de respeitosa consideração entre os povos...", "Incentivar a prática da boa cidadania...", "Interessar-se pelo bem estar cívico, social e moral da comunidade.", Mantermo-nos unidos pelos liames da amizade, do companheirismo e da compreensão mútua.".

Façamos a nossa parte como leão, não só cumprindo nossos objetivos mas também levantando a bandeira da solidariedade e sobretudo, apoiando / criando programas sociais, tais como : conscientização de cidadania, preservação do meio ambiente, erradicação do analfabetismo moderno , uso racional da água potável entre outros, fáceis de serem implementados, bastando apenas boa vontade.

Enfim, sejamos leões, na acepção dos compromissos que conscientemente assumimos ...

Tenhamos coragem de levantar bem alto as Bandeiras da Solidariedade.

Fim à hipocrisia.

Antonio Casteleiro

Fonte: osanjos.net

3 comentários:

Vida*** disse...

Apesar de...Tentamos tdos os dias!! A falta de respeito ao próximo cresce dia após dia!! Crianças e vélhinhos.São ignorados muitas vezes.Vc só tem valor qdo esta servindo.Qdo deixa de servir e precisa de auxílio dos seus irmãozinhos é que realmente vemos quem ao nosso lado se encontra.O egoísmo impera em tdas as classes sociais.Aquele que menos tem...é o que mais dá em afeto e solidariedade!!Paz e Luz sempre.

Isa mar disse...

Olá, cheguei aqui através do blog amigo do Jorge, gostei de tudo, dos textos, das imagens e já vou ficando
Beijos de luz pra você e ótimo domingo!

Anônimo disse...

Anything!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails