domingo, 21 de junho de 2009

POEMA DE INVERNO

Orkutei.com.br

Dormem as buganvílias, o róscido da manhã.
Gatos que passam, levando sombras consigo.
E por todo o jardim, insectos voltejam,
tontos de janelas.

Acendem-se as primeiras luzes. aracnídeos
montam suas tendas, entre as frestas, da madeira
carcomida.

Caem algumas gotas de água, pendendo das telhas
humedecidas. ao arrepio do vento matinal.

E ao longe já se escutam os primeiros pássaros,
trinando recentes vislumbres, de claridade.

Latem cães. no fim da cidade.

Choram crianças. cujo os nomes não sei.

Puxo-te para mim. E acordo-te com um beijo.

Vide, amor, é o inverno, que chega!

Jorge Humberto

3 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

E o inverno chegou!

Obrigado pela sua visita.

Uma excelente semana pra vc.

beijooo.

Fatima disse...

Gostei muito do seu blog!
Vou estar sempre aqui agora e vc lá em casa(blog) na minha lista de blogs favoritos.
Abrs.

Sammyra Santana disse...

Que lindo esse poema de inverno...
Adorei!
To de volta, Jime!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails