quinta-feira, 16 de julho de 2009

Canção do vento e da minha vida


O vento varria as folhas,
O vento varria os frutos,
O vento varria as flores...
E a minha vida ficava
Cada vez mais cheia
De frutos, de flores, de folhas.

O vento varria as luzes,
O vento varria as músicas,
O vento varria os aromas...
E a minha vida ficava
Cada vez mais cheia
De aromas, de estrelas, de cânticos.

O vento varria os sonhos
E varria as amizades...
O vento varria as mulheres...
E a minha vida ficava
Cada vez mais cheia
De afetos e de mulheres

O vento varria os meses
E varria os teus sorrisos...
O vento varria tudo!
E a minha vida ficava
Cada vez mais cheia
De tudo.

Manuel Bandeira

Um comentário:

Fatima disse...

Ely,
gosto muito de Manuel Bandeira e gostei das pinturas de John William Waterhouse, apesar da monotonia.
Mas vem cá, não está faltando um texto não?
Bjs.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails