terça-feira, 15 de março de 2011

Ainda inocente


Quem dera eu fosse criança,
quem dera ainda inocente,
entregue à magia dos ventos,
aos encantos da mente...

quem dera eu fosse criança,
entregue à graça da Vida,
entregue às fantasias divinas,
à sorte contente...

quem dera eu fosse criança,
entregue aos risos frouxos,
aos saltos, texturas e cores,
entregue aos sonhos pulsantes...

é... quem dera eu fosse criança,
quem dera ainda inocente.

Tati Motta

Fonte: overmundo

2 comentários:

Um brasileiro disse...

OI. TUD BLZ? ESTIVE POR AQUI. MUI LINDO. GOSTEI. APAREÇA POR LA. ESTOU TE SEGUINDO. BJUS.

Talitha disse...

Muito bonito.
As vezes eu queria poder voltar no passado... voltar a ser criança (3... 4 anos) quando as coisas eram bem mais fáceis que agora.
Kiss...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails